Mora em mim um usurpador?

“Foi-se formando
a meu lado
um outro
que é mais Gullar do que eu

que se apossou do que vi
do que fiz
do que era meu

e pelo país
flutua
livre da morte
e do morto

pelas ruas da cidade
vejo-o passar
com meu rosto

mas sem o peso
do corpo
que sou eu
culpado e pouco”

O Duplo, poema de Ferreira Gullar, extraído de seu novo livro, Em Alguma Parte Alguma
Compartilhar

1 Comentário para “Mora em mim um usurpador?”

  1. Isabela disse:

    Gullar, cada dia mais afiado.

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz