Smartphones são tão smart que podem nos roubar um amor?

“De manhã
Quando ainda penso em acordar
Ela já está a dedilhar
Mexendo feliz no seu novo brinquedo
Eu não vou nem me comparar
Não tenho como disputar
Pois não mando e-mail
Só mando desejo
Essa é minha situação
Eu quero sua atenção
E já fiz, imagino, até onde eu podia
Eu penso até em desistir
O que eu posso fazer é ir
Não possuo tamanha tecnologia
Ela me trocara por um BlackBerry”
Samba do BlackBerry, de  Rafael Rocha e Alberto Continentino
Para escutá-lo, interpretado pela banda Tono, clique
aqui
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz