Qual o estrago que se pode fazer em 12 segundos?

“Se o universo e seus 15 bilhões de anos de existência forem condensados num único século, a Terra terá começado no ano 70; a vida nos oceanos no ano 73; depois, duas décadas de vida limitada a bactérias unicelulares, que mudaram o universo, a atmosfera, os oceanos, a geologia terrestre (…). Só no ano 93 vieram a reprodução sexual e a morte de organismos singulares. Dois anos depois, chegaram os primeiros organismos multicelulares. Mais um ano, o sistema nervoso. Outro ainda e os organismos vertebrados. Só no ano 98, depois dos dinossauros e das primeiras plantas floridas, chegaram os mamíferos. Há apenas 12 dias cósmicos nossos ancestrais se tornaram bípedes e há 6 dias começaram a usar ferramentas. Há apenas um dia cósmico o homo erectus conquistou o fogo. E há 12 horas cósmicas surgiu o homo sapiens, os ‘humanos modernos’. Nessa trajetória, os impactos mais fortes nos ecossistemas vêm ocorrendo há apenas dois minutos, com o surgimento da civilização tecnológica. E a destruição do planeta acelerou-se nos últimos 12 segundos, na segunda metade do século 20.”

Trecho de Sabedoria a serviço da ação, artigo de Washington Novaes
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz