Arquivo de maio de 2014

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Ilusões perdidas

“(…) a crise dos 40 anos não era nenhum mito: ela tinha começado a afetar pessoas ao meu redor, e a afetá-las de maneira violenta. Eu tinha conhecidos que estavam quase enlouquecendo de tanto desespero. O que estava faltando? Mais vida. Aos 40 anos a vida até então vivida, sempre de maneira provisória, tornava-se a própria vida, e essa ocorrência acabava com todos os sonhos, destruía todas as esperanças de que a verdadeira vida, a vida desejada, com todas as coisas grandiosas que as pessoas sonham em fazer, estivesse em outro lugar. Ao completar 40 anos as pessoas compreendiam que tudo estava aqui mesmo, em tudo que há de pequeno e cotidiano, já pronto, e que assim seria durante todo o tempo futuro (…).”

Trecho de Um Outro Amor, romance de Karl Ove Knausgård
Compartilhar

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Quietudes heterogêneas

É possível a amizade quando dois silêncios não se combinam?

A partir de uma pensata do poeta Mario Quintana 

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Só e, ainda assim, mal acompanhado

Por que o poder da solidão dificilmente se manifesta na solidão do poder?

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Crime hediondo?

“Professor colombiano é acusado de roubar figurinhas de alunos para completar o álbum da Copa”

Manchete de ontem no site do jornal O Globo

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Origem duvidosa

“- A mãe não falou que a gente não deve aceitar coisas de estranhos?
– Sim, Dudu.
– Mas e o leite?
– O que tem o leite?
– Você conhece essa vaca, que deu o leite?”

Do Facebook de Nicole Prestes

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Como não ver que, no fim das contas, a vítima é sempre a mesma?

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Com quem ele estará papeando agora?

“Deixa isso pra lá
Vem pra cá
O que que tem?
Eu não tô fazendo nada
Você também
Faz mal bater um papo
Assim gostoso com alguém?”

Trecho de Deixa Isso pra Lá, um dos maiores sucessos do cantor Jair Rodrigues, que morreu hoje
Interpretado por Jair e Claudia Leitte
Imagem de Amostra do You Tube

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Mais perigosa do que o perigo

“- Pai, cocaína não é um doce?
– Não. Cocaína é uma droga.
– Ah, cocada é que é um doce, né?
– Exato. Cocada é um doce, de coco.
– E cocaína é uma droga perigosa?
– Cocaína é a coisa mais perigosa do mundo!
– Pensei que você havia dito que era o mar…”

Do Facebook de Caio Vilela

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Mãos também se apaixonam?

“No início, o calor da sua palma
encontra a temperatura da minha.
O cumprimento se aprofunda
entre as duas conchas de pele
tão íntimas como as menos
imediatas, e o suor é o mesmo
que vai cobrir e unir
o comprimento todo
dos dois corpos depois.”

Namoro, um dos poemas que compõem o Quinteto para Cri, de Armando Freitas Filho

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Satã no estúdio

Bandas gospel têm permissão para gravar demos?

A partir do Facebook de Michel Spitale
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz