Arquivo de junho de 2014

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Chegou a um restaurante em Pequim e não sabe o que pedir?

“Na dúvida, peça sempre ‘a mesma coisa que eles estão comendo, só que sem as ventosas’.”

Trecho de Um Banquete Chinês, crônica de Vanessa Barbara
Compartilhar

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Quem há de negar que, até agora, a seleção brasileira fez uma bela campanha?

“Neymar fez campanha de cerveja, automóvel e cueca, Daniel Alves fez campanha de tênis, David Luiz fez campanha de refrigerante e o Felipão, então, fez campanha de tudo.”

Do jornalista Agamenon Mendes Pedreira, personagem criado pelos humoristas Hubert e Marcelo Madureira  

sexta-feira, 6 de junho de 2014

O fugaz repouso do infinito

“Adiantaria saber o momento exato
em que o dia crava a sua unha
sobre a nossa face, sulcando-a
e fazendo dela nascer a velhice?

Penso que talvez não chegue a ser um momento esta unha,
e não sendo momento ou instante, ou nada,
não sendo nada, talvez a velhice não passe
de um breve cansaço em que a eternidade
descansa a sua infinitude.”

Sequaz Ave de Rapina, poema de Henrique Wagner
Dica de Yaci Andrade
 

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Bumerangue

No fundo, as piadas que gostamos de fazer com os portugueses se aplicam a nós mesmos?

A partir do artigo Suspeito que estamos…, de Nuno Ramos

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Índia quer muito mais do que apito?

Clique aqui e veja um trecho do documentário As Hipermulheres, em que índias da etnia Kuikuro, no Xingu, se divertem invadindo as cabanas dos homens e exigindo sexo.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Cotações

– Tudo tem um preço, menina!
– Então por que você vive dizendo que não valho nada?

Entreouvido na linha azul do metrô paulistano

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Pretende vir a São Paulo na Copa, mas não sabe onde ficar?

“Hospedar-se em engarrafamento é a opção mais barata. Convém, no entanto, acordar de duas em duas horas para andar um bocadinho.”

Trecho do guia The Tourist Herald, publicado na revista piauí de maio

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Sempre haverá uma Pasárgada que possa nos abrigar?

“Vou levar a minha nega para Jacumã
Ver o sol nascendo na ladeira
Anunciando que já é manhã

Se chegar turista, eu estando lá não quero ver
Se chegar artista, eu estando lá não quero ver
Se chegar revista, eu estando lá não quero ler

Só quero ver a onda alegre subindo e descendo
E eu também com ela subindo e descendo
E a nega comigo nesse vai e vem”

Trecho de Amor em Jacumã, canção de Dom Romão e Luiz Ramalho
Interpretada por Lucas Santtana
Imagem de Amostra do You Tube

terça-feira, 3 de junho de 2014

Tem mãe que é dose para elefante?

Cartum de Airon

terça-feira, 3 de junho de 2014

Quanto mais os homens se aproximam das mulheres, mais se afastam delas?

“Os homens tendem a feminizar-se para acompanhar solidariamente a nossa tão esforçada emancipação: choram connosco, queimam-se nas frigideiras connosco, suam ao nosso lado nos espelhos dos ginásios. E nós acordamos a sonhar com um homem de olhos gelados, que nos trate como corpos desalmados, com todos os requintes proibidos.”

Trecho de Nas Tuas Mãos, romance da portuguesa Inês Pedrosa  
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz