Arquivo de abril de 2013

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Suicidar-me? Nem morto!

“Gosto de mim até certo ponto. Ou melhor: não a ponto de querer morrer por mim. Seria pedir demais. Não valho tanto, sinceramente. Por isso, nunca seria um suicida e só seria um mártir se não houvesse saída.”

Do padre e poeta Daniel Lima
Dica de Gianni Paula de Melo
Compartilhar

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Quanto mais me conheço, mais me reconheço no outro?

Imagem de Amostra do You Tube
Entrevista de Kaká Werá, escritor de origem caiapó, para o documentário Eu Maior
Dica de Maria Nilda 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Como ter um corpo dos sonhos (aqueles de padaria)?

Dica de Claudia Guaranys Rendeiro
(clique na imagem para ampliá-la)

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Radiografia da queda

Qual a chave do insucesso?

A partir do blog Errei na Mosca, de Lúcio Manga

quinta-feira, 18 de abril de 2013

O que não sou é também o que sou?

“Não sangro pelo vão das pernas. Não creio. Nem duvido. Não tenho medo de baratas. Não amamento. Não faço as unhas. Não tenho longos cabelos. Não vou à missa. Nem à feira. Não lavo roupa à mão. Não assisto novelas. Não como jiló. Nem pé de galinha. Não fumo. Não carrego pente na bolsa. Não durmo muito. Nem pouco. Não espero os filhos acordada. Não faço macarronada aos domingos. Nem pudim de leite com calda de caramelo. Não escrevo diário. Não leio semanários. Não acredito em horóscopo. Nem em destino. Não sei costurar. Não sinto ciúmes. Não como muito. Nem pouco. Não tenho cachorro. Não sinto tesão todos os dias. Não estico o lençol de baixo. Não uso fio dental após todas as refeições. Não durmo sem beber água. Nem acordo. Não tomo café com açúcar. Não jogo futebol. Não torço pra time nenhum. Não faço xixi em piscinas. Não jogo papel no chão. Não tomo coca-cola. Nem fanta. Não faço ginástica. Não tenho certezas. Não dirijo mal. Nem faço boas manobras. Não calo minhas dores. Não aquieto minhas mágoas. Não sei de nada. Nem de mim.”

Biografia Negada, de Ana Teixeira

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Bruta flor

Pode um coração de poeta habitar o tórax de um Superman?

A partir da canção A Bela e a Fera, de Chico Buarque e Edu Lobo

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Nada como morar debaixo do mesmo tédio?

“O matrimônio é uma grande instituição. Naturalmente, se você gostar de viver em uma instituição.”

Do humorista Groucho Marx 

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Ai de mim?

“Embora a dor seja inevitável, o sofrimento é uma decisão.”

Do escritor e roteirista mexicano Guillermo Arriaga

quarta-feira, 17 de abril de 2013

O mais sensato de todos os relógios?

quarta-feira, 17 de abril de 2013

O que passou não passou?

“Meu destino não traço,
Não desenho ou desfaço
O acaso é o grão-senhor.

Tudo que não deu certo
E sei que não tem conserto
No silêncio chorou, chorou…”

Trecho de Um Abraçaço, música de Caetano Veloso
Interpretada pelo próprio Caetano
Imagem de Amostra do You Tube
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz