Arquivo de março de 2012

sexta-feira, 2 de março de 2012

Quem se mata está, na verdade, matando o outro?

“Para a psiquiatria, o suicídio não é um problema filosófico, como querem alguns, nem um pecado, como afirma a religião. Ele é quase sempre evidência sintomática de graves perturbações psíquicas. A psicanálise entende que, na maioria das vezes, o suicida é uma espécie de homicida disfarçado, pois ele, ao se matar, acredita estar matando a pessoa odiada com a qual está identificado. Sua psique está dominada pela destrutividade própria da pulsão de morte, daí sua postura agressiva contra si mesmo e os outros.”

Trecho de Deliberações importantes, artigo do psicanalista Sérgio Telles
Compartilhar

quinta-feira, 1 de março de 2012

Tão longe, tão perto

“- Pra lá, o que é que tem?
– É o mar ainda.
– E depois?
– Depois, é a África.
– E pra lá?
– Pra lá é a Tijuca.
– Não! Eu pergunto: pra lááá, o que é que tem?
– Ah, minha filhinha, não sei não, sua mãe tem mais o que fazer.
– E pra lá? _insistiu ainda, virando-se para o outro lado.
– É o resto do Brasil. Depois é a América do Norte.
Com ar de interpelação:
– E o mundo mesmo, onde é que fica?”

Trecho de Tati, a Garota, conto de Aníbal Machado 

quinta-feira, 1 de março de 2012

Uma presença incontornável

– Por que você escalou o Everest?
– Porque ele estava ali.

Resposta do alpista neozelandês Edmund Hillary (1919-2008)

quinta-feira, 1 de março de 2012

Mais vale um pratão do que um Platão?

A Grécia nos deixa uma grande lição: filosofia não enche a barriga de ninguém.

A partir de um quadrinho de Adão Iturrusgarai

quinta-feira, 1 de março de 2012

Certos mortos continuam vivíssimos?

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz