Arquivo de junho de 2010

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Quem está pior: ele ou eu, que sempre acordo gente?

Quadrinho de Angeli
(clique na imagem para ampliá-la)
Compartilhar

sexta-feira, 4 de junho de 2010

A alegria é um som?

“No Centro de um assobio há um fio de felicidade.”

Trecho de O Olho do Furacão, prosa poética de Ledusha

quinta-feira, 3 de junho de 2010

No centro do amor, há um laço?

A partir de O Olho do Furacão, prosa poética de Ledusha

quarta-feira, 2 de junho de 2010

A maior lição de Kazuo Ohno?

“Mover-se é procurar vida.”

O dançarino japonês morreu ontem, aos 103 anos

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Vertigem

 “– E você, por que desvia o olhar?
(Porque eu tenho medo de altura. Tenho medo de cair para dentro de você. Há nos seus olhos castanhos certos desenhos que me lembram montanhas, cordilheiras vistas do alto, em miniatura. Então, eu desvio os meus olhos para amarrá-los em qualquer pedra no chão e me salvar do amor. Mas, hoje, não encontraram pedra. Encontraram flor. E eu me agarrei às pétalas o mais que pude, sem sequer perceber que estava plantada num desses abismos, dentro dos seus olhos.)
– Ah. Porque eu sou tímida.”

Da poeta Rita Apoena
Dica de Julia Medeiros

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Qual é o nome do anão?

Imagem de Amostra do You Tube

Qual É o Nome do Anão?, música da banda gaúcha Procura-se Quem Fez Isso,
cujos integrantes nunca mostram o rosto

terça-feira, 1 de junho de 2010

Se lhe serve de consolo…

“Pra que chorar?
Pra que sofrer demais?
Foi só um amor perdido.
Foi só um amor a mais.
Pra que sofrer?
Pra que chorar?”

Trecho da canção Pra que Chorar, de Heinrich Heine e Robert Schumann
Versão de Arthur Nestrovski
Interpretada por Celso Sim
Imagem de Amostra do You Tube

terça-feira, 1 de junho de 2010

A importância da desimportância

Agora que você está com 68 anos, a música se tornou mais ou menos importante?
Mais, porque ela deixa de ser importante. Não tem mais competição, concorrência, procura pelo reconhecimento, “eu sou bom”, “eu sou o melhor”, essas coisas vão desaparecendo.
E você passou por todas elas?
Todos nós, artistas, passamos. Isso tudo vai desaparecendo, e você entra em uma relação mais frugal com a música. A música vira uma fruta que você só saboreia, a música é a manga (risos).

De Gilberto Gil, em uma entrevista para o repórter Julio Maria, no Estadão

terça-feira, 1 de junho de 2010

Loser

Quadrinho de Bruno Drummond
(clique na imagem para ampliá-la)
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz