O que os olhos não veem o coração inventa?

“Maria do Rosário vivia na janela. Almiro morava em frente. Maria do Rosário era linda. Almiro se apaixonou. Mandou um bilhete para Maria do Rosário por um moleque. (Foi no tempo em que os moleques levavam bilhetes.) Declarou seu amor pela moça da janela. Que respondeu dizendo que ele não podia estar apaixonado porque não sabia nada dela. ‘Sei que você é linda’, respondeu Almiro. ‘E nada mais interessa’. E Maria do Rosário respondeu, pelo moleque: ‘Você não sabe nem se eu tenho pernas!’”

Trecho do microconto Maria do Rosário, de Luis Fernando Verissimo
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz