O joio e o trigo

“A crítica precisa entender que há diferença entre produto cultural e obra de arte. O primeiro usa um sistema formal reconhecível, e aí você diz se isso foi executado com habilidade. Já a arte é sempre em cima de outros procedimentos técnicos. Não há problema em fazer um texto positivo sobre o musical Miss Saigon. O problema é usar os mesmos critérios para avaliar um espetáculo artístico. Quando falam que falta humanidade a uma peça minha, me pergunto: que humanidade? A da Patricia Pillar na novela das oito?”

Do diretor teatral Roberto Alvim
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz