Astronauta involuntário

Fotografia 1
– Um cão, Laika, numa nave espacial, 5 de novembro de 1957.
– Morreu?
– Morreu.
– Os animais atirados ao ar. Como um grupo de adolescentes maldosos que, subitamente, num acesso de perversão mansa, agarram num cão sem dono e, com a força dos braços, começam a atirá-lo ao ar, como se festejassem algo.
– Atirar um cão ao ar.
– Atirar um homem ao ar.
– Meter um cão numa nave espacial para ver como ele reage.
– …
– O importante é estar ali um organismo.
– O cão teria dono?
– Não sei.
– Laika.
– É uma foto que comove, não?
– Um cão que não percebe nada de máquinas metido dentro da máquina mais avançada.
– Sputnik 2, o nome da nave espacial.
– Laika, o nome do cão.
– Está assustado?
– Não. Parece estar contente, ou quase contente.”

Trecho de Uma História do Século 20, coluna do romancista Gonçalo M. Tavares no jornal O Globo   
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz