terça-feira, 28 de abril de 2015

Um dia me acostumarei à inaceitável constatação de que Abu morreu?

Imagem de Amostra do You Tube
O ator e diretor Antônio Abujamra interpretando Eu Sei, Mas Não Devia, texto de Marina Colasanti 

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Por que certos amores nos deixam tão à deriva?

“Ó minha amada
Que olhos os teus
Quanto mistério
Nos olhos teus
Quantos saveiros
Quantos navios
Quantos naufrágios
Nos olhos teus..”

Trecho do Poema dos Olhos da Amada, escrito por Vinicius de Moraes e musicado por Paulo Soledade
Interpretado por Vinicius e Toquinho
Imagem de Amostra do You Tube

segunda-feira, 27 de abril de 2015

O sofrimento frequentemente é uma escolha?

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Melhor um poema ruim do que poema nenhum?

sexta-feira, 24 de abril de 2015

O muito de poucos versus o pouco de muitos

“E eu pergunto aos economistas políticos, aos moralistas, se já calcularam o número de indivíduos que é forçoso condenar à miséria, ao trabalho desproporcionado, à desmoralização, à infâmia, à ignorância crapulosa, à desgraça invencível, à penúria absoluta, para produzir um rico?”

Trecho de Viagens na Minha Terra, livro do escritor e jornalista português Almeida Garrett

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Por que devemos fugir de quem estufa o peito e diz: “Do alto da minha experiência”?

“Há muitas possibilidades na mente do principiante, mas poucas na do perito.”

Do mestre zen Shunryu Suzuki

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Alguém anda lendo Asterix demais…

- Pai, vamos largar tudo, pegar um trem e sair pelo mundo, sem destino?
- Sem destino, filho? E onde dormiremos?
- Numa estalagem, ué.

De Antônio, meu afilhado de 8 anos 

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Para enlouquecer o GPS

Por que, em São Paulo, a estação Paulista do metrô fica na rua da Consolação e a estação Consolação fica na avenida Paulista?

Extraído do Buzzfeed

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Como me soam certas teses acadêmicas na área de Humanas?

Imagem de Amostra do You Tube

quinta-feira, 23 de abril de 2015

A hiperatividade desnutre a alma?

“Agora que via o namorado todos os dias, não apenas no fim de semana, Ifemelu percebia novas camadas nele, como o quanto era difícil para Curt ficar parado, simplesmente ficar parado, sem pensar no que ia fazer a seguir, ou como estava acostumado a tirar a calça e deixá-la no chão durante dias até a faxineira vir. A vida dos dois era repleta dos planos que ele fazia _passar um dia em Cozumel, um feriado em Londres_ e, às vezes, ela saía do trabalho na sexta à noite e pegava um táxi para ir encontrá-lo no aeroporto. ‘Não é legal?’, perguntava Curt e Ifemelu respondia que sim, que era legal. Ele não parava de pensar no que mais fazer, e Ifemelu lhe disse que isso era raro para ela, pois fora criada não fazendo, mas sendo.”

Trecho de Americanah, romance de Chimamanda Ngozi Adichie
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz

versão mobile