Umedecendo a lei seca

“Vou segurar um tsunami no peito? Sou pobre, moro longe, mas não sou louco!”

De um guarda civil que, na Virada Paulistana de ontem, não reprimia os vendedores de bebida alcoólica, proibidos de trabalhar pela prefeitura
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz