Tire seu sorriso do caminho que eu quero passar com a minha dor

“Na época em que fiz Águas de Março, estava muito triste, estava bebendo demais, o médico disse que eu ia morrer de cirrose. ‘É um resto de toco, é um pouco sozinho…’ É uma coisa que tem um lado negativo muito forte. ‘A garrafa de cana, o estilhaço na estrada.’ Percebe? O sujeito, além de beber, ainda joga o caco na estrada, para furar um pneu ou cortar o pé de uma criança.”

Do compositor Tom Jobim
O título do post remete à canção A Flor e o Espinho, de Alcides Caminha, Guilherme de Brito e Nelson Cavaquinho
Compartilhar

1 Comentário para “Tire seu sorriso do caminho que eu quero passar com a minha dor”

  1. pequeña disse:

    mas tinha promessa de vida.

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz