Sangue do meu sangue?

– Sei que nunca fui um pai muito presente. Perdão…
– Como?
– Eu te amo, filhão! Me dê um abraço!
– Mãe!! Tem um pedófilo aqui!!
– Putz! Você não é meu filho?

A partir de um quadrinho de Allan Sieber
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz