Qual a pança mais genial do país?

“O fato de o Gil, o Caetano e o Milton estarem atuantes até hoje me anima muito. Se eles estão compondo, gravando e cantando, não vou me acomodar. ‘Ah, também quero fazer!’ Nesse sentido, é bom. Se amanhã o Caetano desistir de fazer música, vou ficar triste. E, ao mesmo tempo, vou dizer: ‘Ah, que preguiça, vou parar também’. Há um certo estímulo que vem da competição, do espírito competitivo. Se bem que o Caetano é mais competitivo do que eu. Outro dia ele viu uma foto minha, ficou com inveja da minha barriga e está criando uma ainda maior.”

De Chico Buarque, em entrevista ao repórter Paulo Terron   
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz