Poema sujo

Poeta? Sou, mas de quinta categoria.
Não fiquei no claustro
limando a escrita.
Fiz minha poesia nas esquinas
vendo as putas sendo pagas
por homens sem amor.
Minha poesia não tem rima
é a vida torta
um horror.

A partir de Poeta É a Puta que o Pariu, de Bruno Latorre
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz