Parente da serpente

“- Você e o Tim Maia brigavam?
– Não, mas imagine: o Tim com a personalidade dele e eu com a minha. Quando eu era muito pequeno, ele ficava impressionado. Com 5 anos ganhei um concurso de bateria. E quando começou a pintar o meu grupo Conexão Japeri, ele ficou enciumado e começou a falar mal de mim nos jornais, até que eu parei de falar com ele. Dizia que eu tinha muito que aprender. Quando ele ligava lá para casa, dizia (imitando a voz de Tim): ‘Americano, chama tua mãe aí porque antes de ela ser tua mãe ela é minha irmã, babaca!’ (risos). E tinha o negócio do jazz, que ele detestava. O telefone tocava e ele mandava: ‘Por que esse negócio de jazz, merrmão? Merrrmão, tu vai morrer de fome com esse negócio!’. E quando eu, pequeno, ia perguntar se ele tinha visto mesmo o Sly and Family Stone nos Estados Unidos, ele dizia: ‘Merrrmão, tu vai ser jornalista. Sabe por quê? Porque tu é muito chato!’.”

Do cantor Ed Motta, durante entrevista ao repórter Julio Maria
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz