Mesmo que o reprimam, Eros sempre dá um jeito de escapar?

“Um dia eu vi dois homens de mãos dadas no meio da Avenida Paulista, num sol quente danado. Um era o  policial; outro, o preso. Vi e pensei um verso absurdo, começando uma canção: ‘Toda ditadura é sexual’.”

Trecho de Tropicalista Lenta Luta, livro de Tom Zé
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz