Como me deixei virar servo se ainda me sinto senhor?

“Sou da geração ‘eu já não posso mais!’
Que esta situação dura há tempo demais
E parva eu não sou!
E fico a pensar,
Que mundo tão parvo
Onde para ser escravo é preciso estudar.”

Trecho de Parva que Sou, canção do grupo português Deolinda
A música se transformou em hino dos jovens lusitanos que protestam nas ruas contra a grave crise econômica do país 
Imagem de Amostra do You Tube
Compartilhar

1 Comentário para “Como me deixei virar servo se ainda me sinto senhor?”

  1. Thiago disse:

    Linda a musica. Como os portugueses, tambem me indentifiquei com os versos.

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz