Breu

“A noite pousou na rua
longos e escuros dedos.
Tudo se fecha e oculta
por mais que os olhos suponham.
Será que as árvores dormem?
As pedras, será que sonham?”

Trecho de um poema sem título de Karen Éler
Compartilhar

Deixe um comentário

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz