Arquivo de outubro de 2015

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Virei meu avô?

“Você sabe que ficou velho quando a única coisa proibida que está usando é o Uber.”

Do publicitário Marcio Zorzella
Compartilhar

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Felicidade se acha só em horinhas de descuido?

Foto tirada em São Paulo por Maneco Magnésio
O título de post remete a Barra da Vaca, conto de João Guimarães Rosa

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

O seguro morreu solteiro

Só deixo meu coração na mão de quem pode?

A partir da canção escrita por Katia B, Marcos Cunha, Plínio Profeta e Fausto Fawcett
Interpretada por Katia B
Imagem de Amostra do You Tube

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Sempre há uma escolha?

“Salve-se quem quiser.”

Trecho de Catatau, romance de Paulo Leminski

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Zé Bonitinho

“- Não é verdade que tu me admiras muito? – perguntou o Vaidoso ao pequeno príncipe.
– Que quer dizer ‘admirar’?
– ‘Admirar’ significa reconhecer que eu sou o homem mais belo, mais bem-vestido, mais rico e mais inteligente de todo o planeta.
– Mas só tu moras no teu planeta!
– Dá-me esse prazer. Admira-me assim mesmo!
– Eu te admiro – disse o principezinho, dando de ombros. – Mas de que te serve isso?”

Trecho de O Pequeno Príncipe, fábula de Antoine de Saint-Exupéry

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Quero ver como suporta me ver tão feliz

“Já é a segunda vez que isso acontece. Um casal de amigos se separa. Acompanho os dois pelo Facebook. Ele atualiza seu status de relacionamento. Em meu feed de notícias, aparece o aviso: ‘Fulano de Tal agora está solteiro’. Dois minutos depois, ela, a ex, vai lá e curte. O que interpretar?”

Do jornalista Kadu Palhano
O título do post remete à canção Olhos nos Olhos, de Chico Buarque
Interpretada por Chico e Maria Bethânia, que também conversam sobre a música
Imagem de Amostra do You Tube

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Qual a distância entre o sonho e a realidade?

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Não tem bafômetro no Céu?

Clique na imagem para ampliá-la

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Hoje dependemos mais da tecnologia que no passado?

Recentemente, enquanto visitava uma escola da Nova Inglaterra, o historiador gaúcho Leandro Karnal descobriu que muitas crianças da região se alfabetizam com tablets e  já não dominam a caneta. “Que ruptura admirável!”, comentou. Uma colega que o acompanhava rebateu: “Admirável? E se não tiverem um tablet à mão? O que essas crianças irão fazer?”. A jovem professora da escola, sorridente, respondeu: “Não irão escrever, exatamente como as crianças do século 20, quando não dispunham de uma caneta. Sem instrumento de escrita ninguém escreve”.

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz