Arquivo de agosto de 2015

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Felizes aqueles que se contradizem?

“Para mim, a coisa mais terrível seria sentir que concordo com o que já disse e escrevi. Isso me tornaria ainda mais desconfortável, pois significaria que parei de pensar.”

Da escritora norte-americana Susan Sontag
Compartilhar

terça-feira, 11 de agosto de 2015

É o amor?

Obra de Jarbas Lopes (2006)

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Além das ruínas

Houses live and die, relembro, olhando para as casas baixas cercadas, ao longe, pela barreira de edifícios: todo um memento mori. Não podia imaginar então, nos meus 12, 13 anos, quando eu mesmo era parte dessa paisagem; não podia imaginar que um bairro também envelhece. Não falo de se tornar antigo, pitoresco: digo velho, sujo, decadente, porque os donos das casas morreram e as viúvas como minha mãe têm quase 90 e não têm vontade de deixar entrar trabalhadores… E , no entanto, digo para mim, alguma coisa mais fundamental do que as casas sobrevive. Mas o quê?”

Trecho de Uma Mesma Noite, romance do argentino Leopoldo Brizuela

terça-feira, 11 de agosto de 2015

De más intenções, a bondade está cheia?

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Por que insistir em colher na época de plantar?

“Note
O que a gente nutre
Um dia desses repercute
Reverbera
Tome nota, escute
Toda espera tem seu ajuste

Note
Mas não se assuste
Toda noite tem seu lustre
O que não é pra já
Talvez seja pra Júpiter”

Trechos de Note, canção de Peri Pane e arrudA
Interpretada por Peri Pane
Imagem de Amostra do You Tube

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Em que momento passamos da euforia à depressão?

“O Brasil está vivendo uma notória insatisfação, não só com o governo. Insatisfação com a falta de utopias, de perspectivas históricas, de ideologias libertárias. Desde junho de 2013, quando houve aquela grande manifestação atípica, porque não houve nenhum partido, nenhuma liderança, nenhum discurso. E foi uma enorme manifestação, em que as pessoas protestavam, havia protesto, mas não havia proposta. Isso chamou muito a minha atenção. E quando – isso é até terapêutico – a gente entra em amargura e não vê solução, não vê saída, a gente não consegue equacionar racionalmente o que está vivendo. Não consegue buscar as causas e as perspectivas. Fica tudo no emocional. Eu tenho dito a amigos que a minha geração vivenciou grandes divergências políticas na ditadura, mesmo entre a esquerda, divisão entre siglas de A a Z. Mas o debate era racional. Debatia-se em cima de projetos, programas, perspectivas históricas. Hoje, o debate é emocional. É como briga de casal em que o amor acabou.”

Do escritor Frei Betto

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Faz tempo que a fila anda…

Cartum de Fortuna
(clique na imagem para ampliá-la)

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

O pior algoz é o que se imagina vítima?

Quadrinho de Rafael Campos Rocha
(clique na imagem para ampliá-la) 

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Old school

Como é sua rotina diária?
Acordo cedo, por volta das 6h30, tomo café e levo as crianças para a escola. Na volta, ando na esteira e, depois, me sento à beira da cama para escrever com uma caneta e um caderno. Quando tenho o filme todo escrito dessa maneira, vou para a máquina de escrever, e essa é a parte que odeio, mas ninguém pode fazer por mim, porque minhas anotações nos cantos dos cadernos são incompreensíveis para alguém de fora. Datilografo uma cópia e vou para a cama de novo para ajustá-la.

Você não tem um computador?
Não. Uso a mesma máquina de datilografar desde que comecei a carreira. Tinha 16 anos quando a comprei por US$ 40. É uma Olympia portátil, que funciona bem até hoje. Só precisei mudar a fita nestes 60 anos.”

Do cineasta Woody Allen, em conversa com o jornalista Rodrigo Salem

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Apenas um falso brilhante

“O que eu adoro em ti,
Não é a tua beleza.
A beleza, é em nós que ela existe.
A beleza é um conceito.
E a beleza é triste.
Não é triste em si,
Mas pelo que há nela de fragilidade e de incerteza.”

Trecho de Madrigal Melancólico, poema de Manuel Bandeira
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz