Arquivo de dezembro de 2011

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Simone é que era mulher de verdade?

“Em 1960, ficou famoso o jantar que Ruth Cardoso deu a Jean-Paul Sartre e Simone de Beauvoir em São Paulo. Afinal, Simone se tornara um ícone das feministas depois de seus livros Memórias de uma Moça Bem-Comportada e O Segundo Sexo, sucesso de vendas no Brasil e carregado debaixo do braço por toda a geração Maria Antonia e Cinemateca, ou por todas aquelas que se diziam jeune fille rangée, um pouco pernosticamente.
‘Nós, mulheres, estávamos excitadíssimas com a presença de Simone, (…) tínhamos certeza de que ela vinha pontificar sobre o feminismo. Assim, lá em casa, preparei a sopa de mandioquinha, um prato muito apreciado por estrangeiros. Toda orgulhosa, trouxe a sopa para a mesa, mas a Simone começou:
– O que é isso?
Fica difícil explicar a mandioquinha, porém tentei. E ela:
– Tem cebola?
– Tem.
– Ele não pode comer. Tem não sei o quê?
– Tem.
– Ele não pode comer.
Uma coisa de mãe e filho, irritante. Uma chata! Onde estava a mulher que defendia os direitos da mulher? Era uma submissa? Não estava entendendo. Sartre, relaxado, foi comendo sem se incomodar, apesar da vigilância. Bem, a sopa não fez sucesso. Veio a sobremesa, goiabada com queijo, e vieram as perguntas, a implicância. Ela comeu por delicadeza, via-se que não gostava. Mal acabou, o Fernando Henrique,  maldosamente, colocou nova porção, dizendo: Vi que a senhora gostou, aceite mais um pouco’.”

Trecho de Ruth Cardoso – Fragmentos de uma Vida, livro de Ignácio de Loyola Brandão   
Compartilhar

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

O bom repórter se antecipa à notícia?

Imagem de Amostra do You Tube

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Se acreditavam no que faziam, por que escondiam o rosto?

Dilma Rousseff em novembro de 1970, aos 22 anos, enquanto depunha no Rio de Janeiro
sobre sua participação na luta armada. A presidente submeteu-se ao interrogatório militar
após mais de 20 dias de tortura. A foto está no livro
A Vida Quer É Coragem,
que o jornalista Ricardo Amaral lança ainda em dezembro

Clique na imagem para ampliá-la

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O pacifista desmascarado

– Odeio o ódio!
– Qualquer tipo de ódio?
– Claro!
– Inclusive o ódio do ódio?

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O ermitão apaixonado

Quem você pensa que é para bagunçar a minha sozinhês?

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O hipocondríaco metalinguístico

– Preciso de um remédio agora!
– Contra o quê?
– Contra a falta de remédio…

A partir de um quadrinho de Laerte

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Vida de gado

Quadrinho de Bill Watterson
(clique na imagem se quiser ampliá-la)

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Distribuição de renda

O industrial mais rico da cidade nunca doou nada para os desabrigados locais. Por isso, a diretora da instituição que cuida deles resolveu procurá-lo.
– Nossos levantamentos demonstram que o senhor lucra anualmente cerca de 30 milhões e, mesmo assim, jamais nos ajudou. O senhor gostaria de contribuir agora?
– Por acaso, o levantamento de vocês indica que minha mãe caiu doente e que as contas médicas da coitada são exorbitantes?
– Não…
– Ou que meu irmão caçula é cego e está desempregado?
– Também não…
– Ou que meu cunhado morreu num acidente de carro e deixou minha irmã sem um tostão, mas com cinco filhos para criar? Ou que meu pai vive numa cadeira de rodas? Ou que tenho dois sobrinhos com necessidades especiais? Ou, ainda, que meu irmão mais velho pediu falência e perdeu tudo?
– Não, não sabíamos de nada disso. Desculpe…
– Pois então. Se não dou um centavo para nenhum dos meus parentes, por que daria para vocês?

A partir de uma piada publicada na revista VIP de dezembro  

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Reparou no tamanho da “marmita” dele?

Imagem de Amostra do You Tube

Dica de Barbara Heckler
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz