Arquivo de maio de 2011

terça-feira, 31 de maio de 2011

Com quantos segredos se constrói uma família?

“Lá em casa, ninguém desconfia de que eu faço isso. Imagina. Destruiria o meu casamento. Sou cuidadoso, mas também não vou ficar paranoico. Afinal, as estatísticas estão a meu favor. Ninguém precisa ficar sabendo. É melhor para todo mundo, o senhor não acha? Até fui a uma psicóloga por causa desse problema, e ela me disse que eu criava uma vida dupla para me reinventar. Aí, eu falei: Doutora, não é nada disso, não. A senhora não compreendeu nada. Eu não quero me reinventar. Ao contrário: o que eu quero é me desinventar.”

Trecho do conto Acidente de Trânsito sem Vítimas, de Alexandre Vidal Porto
Compartilhar

terça-feira, 31 de maio de 2011

Lobão tem razão?!

“Essa tendência esquerdista de vitimização na cultura brasileira vem da época da ditadura. Hoje, dão indenização para quem sequestrou embaixadores e crucificam os torturadores que arrancaram umas unhazinhas.”

Do cantor Lobão no último domingo durante o Festival da Mantiqueira, em São Francisco Xavier (SP)
A declaração está na Folha desta terça-feira
O título do post remete à canção Lobão Tem Razão, de Caetano Veloso  
Imagem de Amostra do You Tube

terça-feira, 31 de maio de 2011

Copa, cozinha, dois banheiros, três quartos e um beco sem saída

Tirinha de Laerte
(clique na imagem se quiser ampliá-la) 

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Édipo

O célebre personagem da tragédia grega incorpora no ator Eucir de Souza e diz: “O livre-arbítrio é uma ilusão”
(mais…)

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Que cor é hoje?

“- Essa palhacinha finge que não sabe das coisas (…), mas acho que sabe mais do que nós dois. Quer ver?
Para Antonieta:
– Em que dia estamos, palhaça?
– Dia 15.
Para Eduardo:
– Você sabia (…)?
– Não…
– Eu não disse? _e de novo para Antonieta:
– Que dia da semana?
– Segunda-feira.
– De que cor?
– Segunda-feira? Acho que cinzenta…
– Isso mesmo! Às vezes é branca. E terça-feira?
– Verde?
– Não! Verde é quinta-feira. Terça-feira é amarela. Quarta-feira é marrom. E sexta-feira é engraçado: muita gente pensa que é alaranjada, e no entanto não é: é cor-de-rosa (…).
– Cor-de-rosa não é domingo, não? _perguntou ela.
– Não; domingo é outra cor, vamos ver se você descobre.
– Vermelho _arriscou Eduardo.
– Cala a boca. Você não sabe nada. Vamos, menina!
– Dourado! _concluiu Antonieta.
– Isso! _e o velho se ergueu, beijou-a na face, contente como um professor:
– E sábado é azul. É o ouro sobre o azul.”

Trecho do romance O Encontro Marcado, de Fernando Sabino

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Por que prefiro Lupicínio a Morrissey?

Porque não sei sofrer em inglês.

A partir da canção Eu Não Sei Sofrer em Inglês, de Bruno Batista
Imagem de Amostra do You Tube

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Imune ao marketing

Cartum de MAndrade
(clique na imagem para ampliá-la)

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Diadorim

“Todo dia, ao acordar
de manhã cedo,
levo minha mão aos lábios
e a conduzo
ao meu sexo ereto
em grato beijo
_agradeço ter nascido homem
nesse mundo de machos,
onde, à mulher, por estratégia,
convém o disfarce.

De manhã cedo, canta o galo
e na firmeza do falo me indago:
onde vingaria uma flor
nesse reino de bárbaros?”

Poema de W. D. Cavalcanti

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Ele tá de olho na butique dela?

Charge de Jean
(clique na imagem para ampliá-la)

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Notícia atrasada

“E esta manchete da Folha: ‘Sexo oral dá câncer na boca’. Como disse uma amiga minha: ‘Por que não avisaram isso ontem?’.”

Do humorista José Simão
Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz