Arquivo de janeiro de 2010

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Das vantagens de estar à deriva

“- O que você faz na vida?
– Sou estivador.
– Não, falando sério.
– Estou falando sério. _ E teria lhe mostrado as palmas das mãos para prová-lo, se não receasse que ela pudesse discernir entre o que era um calo e o que era uma bolha. Naquela semana, todas as manhãs, seguindo a dica de um colega brutamontes, ele se exercitara nas docas, carregando caixotes de frutas. _ Mas a partir de segunda-feira terei um emprego melhor. Caixa noturno numa lanchonete.
– Não estou falando desse tipo de coisa. Qual é o seu verdadeiro interesse?
– Querida _ (e, como ele ainda era bastante jovem, o atrevimento de dizer ‘Querida’ num relacionamento tão recente o fez corar). _ Querida, se eu tivesse a resposta pra essa pergunta, aposto que em meia hora já estaríamos os dois morrendo de tédio.”

Trecho do romance Foi apenas um Sonho, de Richard Yates

Compartilhar

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Conversa de gaúcho

“- A Rosa Flor quer ir pro Rio de Janeiro.
– Ir embora do Rio Grande? Mas enlouqueceu?
– Pos é. Diz que não aguenta mais vê campo. Quer ver o mar.
– Mas ela não sabe que mar é igual a campo, com a desvantagem que afunda?”

Trecho da crônica Honra, de Luis Fernando Verissimo

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

A vida imita a piada

“Investigação da Polícia Federal: ‘Presidente da Casa da Moeda gasta 20 vezes o que ganha’. Ué, testar o produto dá cadeia?”

Trecho de BBB Urgente! As Big Bibas do Bial!, crônica de José Simão

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Fim?

Há coisas que terminam. Mas há coisas que simplesmente param.

A partir da peça In on It, de Daniel Macivor

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

A melhor invenção de todos os tempos? (A revanche)

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=TNp0IUoiZ-k&hl=pt_BR&fs=1&]

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Terremoto

Para os deuses, somos como moscas que os meninos matam num dia de verão?

A partir de uma reflexão do escritor norte-americano Thornton Wilder

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Vagabundagem

Quem passa o dia sem fazer nada no escritório finge que trabalha ou finge que está de folga?

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

A melhor invenção de todos os tempos?

Dica de Ricardo Lombardi, do blog Desculpe a Poeira

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

O literal, em excesso, mata?

“Há dez anos ele tentava escrever o primeiro verso de um poema. Era perfeccionista. Aos 30, anteontem madrugada, gritou para a mulher: consegui, Jandira! Consegui!
Ela (sentando-se na cama, desgrenhada) O quê? O emprego?
Ele Claro que o verso, tolinha, olha o brilho do meu olho, olha!
Ela (bocejando) Então diz, benzinho.

Declamou pausado o primeiro verso: ‘Igual ao fruto ajustado ao seu redondo…’ Jandira interrompendo: peraí… redondo? Mas nem todo o fruto é redondo…
Ele São metáforas, amor.
Ela Metáforas?!?!
Ele É… E há também anacolutos, zeugmas, eféreses.
Ela ?!?!? Mas onde é que fica a banana?

Ele enforcou-se manhãzinha na mangueira. O bilhete grudado no peito dizia: a manga também não é redonda, o mamão também não, a jaca muito menos. e você é idiota, Jandira. Tchau.
Ela (tristinha depois de ler o bilhete) E a pera, benzinho? E a pera então que ninguém sabe o que é? E a carambola!!! E a carambola, amor!”

Trecho do livro Cartas de um Sedutor, de Hilda Hilst

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

O Filho do Homem

– Jesus, Jesus, você pode falar comigo?
– Não.
– É verdade que o mundo vai acabar?
– …
– Seu pai vai se pronunciar a respeito?

Do blog Bons Motivos pro Mundo Acabar, que tentou entrevistar o modelo Jesus Luz na São Paulo Fashion Week

Contato | Bio | Blog | Reportagens | Entrevistas | Perfis | Artigos | Minha Primeira Vez | Confessionário | Máscara | Livros

Para visualizar melhor este site, use Explorer 8, Firefox 3, Opera 10 ou Chrome 4. Webmaster: Igor Queiroz